Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
FAQ
osteopatia

A clínica

Quais são as formas de pagamento?

Todas as terapias, atividades físicas e consultas médicas podem ser pagas em dinheiro, cartão de crédito ou débito e pix. Caso deseje adquirir um pacote de yoga ou pilates, confira as formas de parcelamento na nossa recepção.

A clínica

Como funciona o agendamento das sessões de osteopatia, fisioterapia e demais especialidades médicas?

O agendamento pode ser feito via WhatsApp e telefone. Também disponibilizamos o agendamento online. Basta clicar nessa opção no nosso site e você será direcionado para uma página em que deverá colocar seus dados básicos. Logo em seguida, você receberá um SMS para confirmar sua consulta e pronto! Com um dia de antecedência, nossa recepção irá entrar em contato com você para confirmar a sessão.

A clínica

Como funciona o agendamento das sessões de pilates e yoga?

Após a contratação do plano definido pelo aluno, ele entrará na agenda da especialidade escolhida. Caso queira desmarcar uma aula sem perdê-la, deverá desmarcá-la com no mínimo de 5 horas de antecedência. Caso contrário, a aula será considerada como realizada. Tudo isso pode ser feito via WhatsApp, telefone ou diretamente com seu professor.

A clínica

Tenho pacote ou planos e vou tirar férias ou estou doente. Como devo proceder?

Você deve entrar em contato com a recepção ou seu professor com no mínimo 30 dias de antecedência no caso de férias. O plano terá prorrogação proporcional aos dias de férias, lembrando que isso só é permitido uma vez em cada plano contratado. Em se tratando de questões envolvendo saúde, a ausência deverá ser comunicada imediatamente. As aulas serão repostas mediante atestado médico.

Osteopatia

Como funcionam as sessões de osteopatia?

Na primeira sessão, o osteopata irá preencher uma anamnese para coletar informações importantes a respeito da queixa do paciente. Isso inclui testes físicos, de exclusão, alimentares e outros. Caso seja possível, o tratamento será iniciado na mesma sessão.

Osteopatia

Qual a frequência do tratamento osteopático?

A frequência vai depender muito da história, queixas e cronicidades que o paciente nos traz no momento da consulta. Afinal, cada paciente é único. No início, as sessões podem variar entre semanais e mensais. Após a melhora significativa do quadro do paciente, as sessões terão um intervalo maior até o momento da alta.

Osteopatia

Em quais diagnósticos a osteopatia pode ajudar?

A osteopatia pode ajudar em inúmeros diagnósticos, pois não trata a doença, e sim, o que pode estar causando-a. Dentre os casos mais comuns, estão dores na coluna cervical e lombar, hérnias de disco, dor ciática, dores articulares (joelhos, cotovelo, punho e tornozelos), alterações do sono, zumbido, distúrbios da ATM, enxaquecas, refluxo, infertilidade etc.

Osteopatia

Como são realizadas as técnicas?

As técnicas são todas manuais. Não são utilizados aparelhos de eletroestimulação, agulhas ou qualquer outra ferramenta que não sejam as mãos.

Osteopatia Pediátrica

Como funcionam as sessões na osteopatia pediátrica?

Na primeira sessão, o osteopata irá preencher uma anamnese para coletar informações importantes pelo relato dos pais. Isso inclui testes físicos, de exclusão, alimentares, informações pré e pós-gestação, intercorrências hospitalares e outros. Caso seja possível, o tratamento será iniciado na mesma sessão.

Osteopatia Pediátrica

Qual a frequência do tratamento em bebês e crianças?

A frequência vai depender muito da história, queixas e cronicidades que o paciente nos traz no momento da consulta. A precocidade com que o tratamento será iniciado também é um fator considerado. Afinal, cada paciente é único. No início, as sessões podem variar entre semanais e mensais. Após a melhora significativa do quadro do paciente, as sessões terão um intervalo maior até o momento da alta.

Osteopatia Pediátrica

Em quais diagnósticos a osteopatia pediátrica pode ajudar um bebê ou criança?

A osteopatia pode ajudar em inúmeros diagnósticos, pois não trata a doença, e sim, o que pode estar causando-a. Dentre os casos mais comuns, estão plagiocefalia, refluxo, alterações de humor, alterações no sono, irritabilidade, cólicas, torcicolo congênito, TDAH, alterações no arco e posição dos pés, dores articulares e musculares em geral entre muitos outros.

Osteopatia Pediátrica

Como são realizadas as técnicas nos bebês e crianças?

As técnicas são todas manuais, suaves e indolores. Não são utilizados aparelhos de eletroestimulação, agulhas ou qualquer outra ferramenta que não sejam as mãos.

Ginecologia

O ginecologista é o profissional responsável por abordar os múltiplos temas envolvendo a saúde feminina. Seja durante o período reprodutivo, seja no pós-menopausa, o cuidado à saúde é amplo e variado, sendo importante passar por atendimentos periódicos nas diversas faixas etárias.

Ginecologia

Quando ir ao ginecologista?

A mulher deve procurar o ginecologista em qualquer período em que desperte o autocuidado com a saúde ginecológica. E não, como muitos pensam, só após a primeira menstruação (menarca) ou após iniciar a atividade sexual. Não se trata de uma regra de quando procurar, e sim do despertar desse autorreconhecimento com seu corpo feminino e possíveis dúvidas quanto ao seu funcionamento.

Ginecologia

O que abordamos na ginecologia?

São abordados todos os aspectos em torno da saúde da mulher, desde as questões fisiológicas como pré-menstruação, puberdade, ciclo menstrual, sexualidade, contraceptivos, climatério, preventivos, entre outras, até as patológicas como defeitos genitais congênitos, disfunções do ciclo menstrual (como irregularidade menstrual ou cólica/TPM), disfunções sexuais (como diminuição da libido, anorgasmia, infertilidade conjugal), câncer ginecológico etc.

Ginecologia

De quanto em quanto tempo preciso passar em atendimento?

Com o intuito de rotina ginecológica, idealmente o atendimento tem periodicidade anual, com retornos a depender da demanda ou exames com resultados alterados. No caso da investigação de patologia, a depender da doença, o retorno será mais frequente.

Ginecologia

Como funciona a consulta de ginecologia?

O profissional de ginecologia atua na promoção, prevenção e tratamento de questões relacionadas à saúde da mulher. No primeiro atendimento, será necessário abordar os diversos aspectos da paciente em uma ampla anamnese (questionário de saúde) que aborda aspectos da menstruação (periodicidade, fluxo menstrual etc.), sexualidade (práticas sexuais, opção sexual, contracepção etc.) e antecedentes obstétricos (paridade, tipos de parto, amamentação etc.), além dos antecedentes pessoais sob os demais aparelhos.

No mesmo atendimento, é realizado exame físico geral e específico, onde se avalia a mama e aparelho genital inferior através de exame especular e toque vaginal bimanual, conforme necessidade.

Ginecologia

Quais exames podem ser solicitados?

Dependendo do motivo da consulta (rotina ou queixa específica), existe uma ampla variedade de exames complementares específicos da área da ginecologia, incluindo exames de imagem como ultrassonografias (mamária, pélvica ou transvaginal), mamografia, densitometria óssea, bem como exames laboratoriais com dosagem hormonal, perfil lipídico etc. No ato da consulta, é possível também realizar coleta de colpocitologia oncótica (preventivo do colo uterino) e procedimentos como inserção de DIU ou Implanon, por exemplo.

Ginecologia

Adolescente precisa de acompanhante com idade maior de 18 anos?

Não. A adolescente tem, por lei, direito a consulta individual sem obrigatoriedade de pais ou responsáveis presentes na consulta. Como qualquer outro paciente, ela tem seu sigilo médico garantido.

Pediatria

O que é puberdade precoce?

A puberdade precoce acontece quando há desenvolvimento de caracteres sexuais antes dos 9 anos nos meninos e antes dos 8 anos nas meninas.

Pediatria

O que é atraso de puberdade?

O atraso de puberdade acontece quando não há desenvolvimento dos caracteres sexuais após os 13 anos de idade nas meninas e após os 14 anos nos meninos

Pediatria

Como saber se meu filho tem diabetes?

Os principais sinais e sintomas são: dor abdominal associada ao aumento da sede, fome, diurese e perda de peso. Mas esses sinais isolados não fazem o diagnóstico: a avaliação deve ser feita pelo médico

Pediatria

O endocrinologista infantil atende até que idade?

Geralmente até os 18 anos, mas é possível manter o acompanhamento, caso ele já seja feito desde a infância.

Pediatria

Como saber se meu filho tem baixa estatura?

A baixa estatura deve ser avaliada pelo médico. Ou seja, o paciente tem que ter sua estatura medida adequadamente e projetada em gráfico de crescimento, comparada à estatura-alvo de acordo com a estatura dos pais, entre outros fatores.

Pediatria

Meu filho está acima do peso, como faço para ajudá-lo?

A obesidade e o sobrepeso infantil são cada vez mais comuns. O estilo de vida sedentário tem contribuído muito nesse aumento. É importante a prática de atividade física regular e alimentação saudável, com mais verduras, legumes e frutas e menos alimentos embutidos, doces e refrigerantes. O acompanhamento médico é fundamental.

Pediatria

Quais sintomas de hipotireoidismo na infância?

Os sinais e sintomas de hipotireoidismo infantil podem ser diferentes do adulto. Em geral, as crianças podem apresentar dificuldade de aprendizado, diminuição da velocidade de crescimento, constipação intestinal, cansaço excessivo e queda de cabelo, dentre outros.

Pediatria

O hormônio de crescimento é indicado para todos os pacientes com baixa estatura?

Não, o tratamento com hormônio de crescimento é indicado em determinadas situações de acordo com exame físico, história completa do paciente e exames laboratoriais e de imagem. Cada caso deve ser individualizado para o melhor tratamento.

Pediatria

O teste do pezinho detecta o hipotireoidismo?

Sim, o teste do pezinho é muito importante pois além de detectar o hipotireoidismo congênito, detecta várias outras doenças congênitas que são de risco para o recém-nascido como a anemia falciforme, fibrose cística e outras.

Pediatria

Meu filho precisa de suplemento com Vitamina D de rotina?

O bebê já deve sair da maternidade em uso de vitamina D até os 12 meses de vida. Após esse período a suplementação deve ser mantida em determinados casos, principalmente em crianças que não consomem alimentos ricos em Vitamina D e não se expõem muito ao sol.

Nutricionista

Quando eu preciso ir em um nutricionista?

O acompanhamento é benéfico em todas as fases da vida. O profissional nutricionista auxilia a ter uma boa alimentação, visando um estilo de vida saudável. Uma alimentação saudável é importante para todos porque traz saúde, bem-estar e longevidade, além de auxiliar em objetivos mais pontuais como o emagrecimento, hipertrofia, lidar com intolerâncias e alergias, até participar como coadjuvante em outros tratamentos, sejam com finalidades de saúde ou estética.

Nutricionista

De quando em quanto tempo devo retornar ao nutricionista?

O tempo de retorno ao nutricionista depende muito de cada paciente. Mas geralmente a frequência é mensal para melhor acompanhamento e evolução do tratamento nutricional.

Nutricionista

Como funciona a consulta com um nutricionista?

Durante a consulta o plano alimentar individualizado será elaborado lado a lado com o paciente, respeitando sua rotina, preferências alimentares, particularidade da alimentação (intolerâncias e alergias) frequência e intensidade de atividade físicaalém de cuidar da saúde intestinal, mental e emocional. Caso haja necessidade, medidas antropométricas serão coletadas para a avaliação da composição corporal para estimar a porcentagem de massa magra e massa não magra (gordura).

Nutricionista

Não obtive resultados aparentes e/ou não consegui seguir a dieta proposta. Preciso retornar?

Sim! Ao elaborar um plano alimentaras particularidades de cada paciente serão levadas em consideração para estar de acordo com a realidade do paciente. Em outras palavras, o plano é calculado especialmente para ele. Ao final de toda consulta são tiradas todas as dúvidas.

Não ter uma evolução estética aparente (por exemplo a perda de peso) não significa que não houve evolução. A composição corporal do paciente pode ter mudado (ganho de massa muscular com perda de gordura) sem que haja alteração no valor da balança (ou até mesmo tenha aumentado!). Além disso, o comportamento, saúde intestinal e mental do paciente também são avaliados e fazem parte de grandes ganhos no processo.

Microfisioterapia

Quais são as principais patologias que a microfisioterapia trata?

Ansiedade, dores crônicas, depressão, compulsão alimentar, insônia, inflamações e alergias.

Microfisioterapia

Microfisioterapia utiliza aparelhos?

A microfisioterapia é realizada com as mãos através de toques suaves, sem utilizar aparelhos.

Microfisioterapia

Quantas sessões preciso para melhorar?

Isso vai depender da resposta do corpo de cada paciente. Geralmente são indicadas 4 sessões com intervalo de 2 meses entre elas.

Microfisioterapia

Tenho resultados já na primeira sessão?

A maioria dos pacientes já apresenta melhora na primeira sessão, porém essa resposta vai depender de cada paciente.

Microfisioterapia

Quem pode realizar a microfisioterapia?

Todos, do bebê ao idoso.

Acupuntura

A Acupuntura dói?

No tratamento de acupuntura o paciente vai sentir uma picadinha bem leve, não dói.

Acupuntura

Quantas sessões são necessárias no tratamento de acupuntura?

10 sessões, uma vez por semana.

Acupuntura

Eu posso fazer o tratamento de microfisioterapia e acupuntura junto com a fisioterapia?

Sim, inclusive quando essas terapias são realizadas junto com a fisioterapia os resultados são bem melhores.

Barras de access

O que eu vou sentir após a sessão de barras de access?

Um relaxamento intenso e uma maior clareza para resolver os problemas.

Barras de access

Eu posso fazer o tratamento de acupuntura e barras de access entre as sessões de microfisioterapia?

Sim, a microfisioterapia irá potencializar os resultados da acupuntura e das barras de access.

Barras de access

Quem pode realizar a microfisioterapia?

Todos, do bebê ao idoso.