Nutrição
dieta low carb

Partindo de uma análise dos hábitos alimentares (antecedentes familiares e pessoais, rotina, prática de atividade física e/ou modalidade esportiva etc.) e da composição corporal do indivíduo (% de gordura corporal e massa magra), criamos um planejamento alimentar executável. Ele cabe em sua rotina para atender às suas necessidades e objetivos específicos.

Muito mais do que
“o que se come”

Todas as condutas são decididas em conjunto com o paciente. Dessa forma, o atendimento é totalmente individualizado. Muito mais do que “o que se come”, é trabalhada a relação que se tem com os alimentos e os sentimentos que eles trazem.

Principais atendimentos


Emagrecimento e Hipertrofia Muscular
Através do reequilíbrio alimentar e da otimização dos níveis de vitaminas, minerais e hormônios, você conquista mudanças comportamentais e de estilo de vida. Observa uma melhora no funcionamento do organismo de forma gradual, favorecendo a melhora da composição corporal de forma sustentável e efetiva. Estes ajustes são periodizados e focados conforme o objetivo traçado, seja ele a redução da gordura corporal ou o aumento da massa muscular.
Síndromes Metabólicas
Tratamos mais que a doença; reparamos a causa dela. Os alimentos que consumimos têm impacto direto na maioria das enfermidades que vêm acompanhadas por alterações da composição bioquímica do organismo. Através do equilíbrio entre vitaminas e minerais, atingimos os focos de síndromes metabólicas como Diabetes Mellitus 1 e 2, Dislipidemia, Hipertensão Arterial, Ácido Úrico Alto etc.

Nutrição Esportiva​
Através da Nutrição Esportiva, trabalhamos a melhora da composição corporal, performance e rendimento de atletas profissionais e amadores, assim como praticantes de atividade física. Uma alimentação equilibrada nem sempre é suficiente, considerando o tipo de treinamento (intensidade, estilo e frequência) e sua taxa metabólica basal. Por isso, de acordo com a necessidade de cada modalidade esportiva, são necessários alguns suplementos nutricionais e um plano alimentar específico para aquela rotina de treinamentos.
Doenças Intestinais
Doenças Intestinais como Doença Celíaca, Doença de Chron e Retocolite Ulcerativa causam desequilíbrios nutricionais importantes. Por isso, requerem uma estratégia nutricional específica para redução dos sintomas e remissão da doença. O equilíbrio da microbiota intestinal também faz parte da modulação da inflamação intestinal e melhora da qualidade de vida geral, sendo necessário o acompanhamento nutricional para atingir o conforto e o bom estado nutricional do paciente. Entretanto, desconfortos intestinais não se resumem às Doenças Inflamatórias Intestinais. Constipação intestinal e diarreia frequentes, distensão abdominal e má digestão também devem ser avaliados, pois podem comprometer o equilíbrio metabólico e acarretar deficiências nutricionais, necessitando de tratamento.
Qualidade de vida e longevidade
Longevidade e qualidade de vida estão extremamente interligadas. A Nutrição Preventiva te ajuda a estar preparado para o envelhecimento com saúde. Através da alimentação equilibrada e monitoramento de parâmetros metabólicos, em conjunto com uma equipe multidisciplinar de profissionais, é possível constatar o alívio dos processos do envelhecimento e a manutenção da qualidade de vida.
Como é a consulta
O atendimento nutricional vai além de poder ou não poder comer um alimento. O nutricionista avalia o indivíduo como um todo e a partir disso, analisa qual é a causa da queixa trazida até o consultório. As causas são tratadas para que o metabolismo seja efetivo e fluido, facilitando a obtenção de resultados
Entender o comportamento do indivíduo em relação ao alimento também faz parte de todo o processo. A comida traz afeto, sentimentos e relações sociais. Cabe ao nutricionista incluir alimentos que respeitem essa relação, tornando-se um facilitador à mudança de hábitos, nunca um dificultador, muito menos um proibidor.
Após essa extensa análise, as primeiras intervenções são realizadas (de acordo com objetivo e queixa principais). O cliente recebe o plano alimentar individualizado, prescrição suplementar e solicitação de exames bioquímicos, se necessário. Assim, a cada consulta de retorno trabalharemos com metas e desafios.
O acompanhamento com regularidade é de extrema importância, pois assim garantimos evolução progressiva e sustentável. Neles são feitas novas medidas, assim como ajustes no plano alimentar para a nova estratégia nutricional traçada, além de ser possível compreender e observar possíveis pontos que estejam sendo difíceis de aderir.

A obesidade atinge 1 a cada 5 adultos no Brasil.
Os indicadores antropométricos de obesidade mostraram que para a Circunferência da Cintura, o risco aumentado prevaleceu em 82,4% dos homens e 85,7% das mulheres.
67,7% dos homens e 71,4% mulheres encontram-se na faixa de obesidade.
Emagrecimento

Corpo clínico


  • Andrea Santamaria