Acupuntura

Muito antes da invenção dos remédios que conhecemos hoje, a medicina chinesa desenvolveu um estudo para recuperar a harmonia corporal e assim, curar uma doença. Assim, o corpo humano foi mapeado e pontos energéticos foram descobertos.

A técnica milenar
da acupuntura

A técnica milenar da acupuntura propõe o estímulo de regiões específicas para restabelecer o equilíbrio corporal. As agulhas são utilizadas justamente para provocar esses estímulos. Elas são colocadas em lugares específicos e manipuladas de acordo com o objetivo. Dessa forma, os impulsos promovem o funcionamento coerente e harmonioso do organismo.

Saúde e equilíbrio
A acupuntura define Saúde como a energia interna do organismo, equilibrada e em harmonia com as energias do ambiente. Quando essas condições se reúnem, não existem dores nem doenças.

Ação da acupuntura no organismo

Para a Medicina Tradicional Chinesa, corpo e mente são inseparáveis. Por isso, um dos aspectos fundamentais da acupuntura é que ela, de fato, investiga e inspeciona o paciente. A acupuntura parte do princípio holístico de diagnóstico: observar a face, a língua, os olhos, a cor da pele, a voz, a postura, secreções e excreções para entender as mudanças patológicas dos órgãos internos.

Através dessa inspeção, é possível perceber as alterações de Yin e Yang, que são polos opostos de uma energia chamada Qi, presente em tudo no Universo. Alguém com muito Yang, por exemplo, poderá ser agitado. Ou com muito Yin, sentir desânimo. O balanço adequado de Yin e Yang, contudo, ainda não é suficiente. Entre um extremo e outro, de acordo com a filosofia chinesa, existem cinco diferentes estados de energia, correspondentes a cinco elementos: madeira, terra, metal, água e fogo.

Principais indicações e benefícios

A Energia Qi é a base do conhecimento que faz a acupuntura recuperar o organismo como um todo, reforçando o sistema imunológico e beneficiando pessoas com os mais variados problemas. Quando compreendemos essa ação holística de harmonização energética, entendemos a extensa gama de benefícios da acupuntura.

As indicações são bem abrangentes e incluem problemas gastrointestinais, respiratórios, musculares, urológicos, endocrinológicos, psicológicos, neurológicos, ginecológicos, ortopédicos e até mesmo dermatológicos. É utilizada também para curar vícios como alcoolismo, tabagismo e dependência de drogas.

A acupuntura dói?

Eis a pergunta que não quer calar: acupuntura dói? Em geral, a acupuntura não dói. Em algumas pessoas, a sensação é de uma leve picada, mas nada demais. Aliás, há quem diga que é tão rápido que nem dá tempo de dizer “ai”. E, sim, existem aqueles que não sentem absolutamente nada de dor.

É importante explicar que a dor da acupuntura também vai depender da pessoa, do local da aplicação e da enfermidade. Alguns pacientes são mais sensíveis. E por essa razão, podem até sentir uma dorzinha. Isso não impede de encarar o tratamento, pois essa sensação está bem longe de ser intensa ou penosa. Então, não há o que temer.

Como é a sessão de acupuntura?

Agora que já conhecemos a base e as ideologias da acupuntura, é hora de saber como ela funciona. Portanto, esqueça a ideia de chegar na sessão e já receber as agulhadas. O procedimento é um pouco mais complexo e envolve muito conhecimento sobre o corpo humano e as particularidades de cada indivíduo.

Primeira sessão de acupuntura

Para iniciar o tratamento com a acupuntura, o especialista irá fazer uma análise do paciente. Assim, por mais que você chegue à sessão com uma queixa específica, o acupunturista vai ponderar também outros aspectos para cuidar de seu problema. Durante o processo, serão realizadas uma avaliação energética e uma análise mais clínica. Também será feita uma anamnese, que é uma espécie de entrevista para que o especialista te conheça melhor, entenda sua personalidade, hábitos, estilo de vida, histórico familiar etc.

A partir do conhecimento global do paciente é que o especialista consegue diagnosticar as enfermidades presentes, as necessidades energéticas do corpo e o que será preciso fazer para tratar.

As sessões de acupuntura duram uma hora e podem ser realizadas uma vez por semana até a melhora dos sintomas.

  • Artrose
  • Cervicalgias
  • Lombalgias
  • Enxaqueca
  • Alzheimer e Parkinson
  • Problemas na ATM
  • Obesidade
  • Dificuldade de engravidar
  • Dores articulares e musculares
  • Insônia, ansiedade, estresse, depressão, tensão emocional e outros transtornos psicológicos
  • Inflamações do nervo ciático
  • Osteoartrose 
  • Paralisias e parestesias
  • Fibromialgia
  • Tendinites
  • Tratamento de náuseas e vômitos em pacientes que se submetem a quimioterapia ou cirurgia
  • Dores nas costas

Para muitos, só de pensar em um tratamento com agulhas, já dá aquela aflição. Mas a verdade é que acupuntura não dói. Não há motivo para ter medo. A acupuntura é segura e eficaz, e tem a intenção de curar e trazer mais qualidade de vida. É justamente isso que faz dela confiável o bastante para dissolver qualquer receio.

Corpo clínico


  • CAMILA SALVADOR