Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
A sua pisada pode causar dores nas costas

Má postura, excesso de peso e sentar de forma desalinhada são algumas das causas de problemas na coluna. Mas, você sabia que a sua pisada também pode causar dores nas costas? Embora seja uma razão menos óbvia, a forma como pisamos pode influenciar diretamente no alinhamento corporal.

O que acontece é que o corpo humano necessita de equilíbrio para funcionar de maneira saudável. Quando ocorre uma alteração, o organismo perde essa harmonia. E nem sempre o problema é sentido na hora. Muitas vezes, são hábitos praticados há anos, que só agora começam a acarretar incômodos. E essa é uma das razões para poucas pessoas desconfiarem que a sua pisada causou dores nas costas.

Pisada e dores nas costas

A pisada pode causar dores nas costas justamente pela relação direta que uma tem com a outra. Ou seja, para manter a estabilidade, o corpo precisa de uma base que o sustente – que é a função dos pés. É como se fôssemos um prédio. Se a fundação estiver torta, todos os pilares e alicerces serão influenciados. Como consequência, surgirão compensações e modificações ao longo da estrutura.

Por isso, além de dores nas costas, a pisada pode provocar também problemas nos joelhos, nas articulações e no quadril. Então, que tal dar mais atenção aos seus pés e se atentar à forma como você anda ou fica em pé?

Tipos de pisada

Conheça os tipos de pisada e veja qual é o seu:

Pisada neutra

Com igual distribuição da pressão, a pisada neutra é a forma ideal para o nosso corpo. Nela, toda a superfície dos pés é utilizada perfeitamente, mantendo não só a estabilidade, mas também favorecendo o alinhamento estrutural desde as pernas até o pescoço. Por ser a forma correta, as pessoas estão mais protegidas contra lesões e estão muito menos propensas a sentir dores na lombar enquanto caminham ou correm.

Pisada pronada

Na pisada pronada, a distribuição da pressão se concentra na parte de dentro, com o solado e o arco mais planos. É o típico caso de quem gasta mais o sapato na linha do polegar do que do outro lado. A questão é que essa forma de pisar provoca uma espécie de rotação na base, aumentando as chances de desalinhar quadris, joelhos e tornozelos. Também aumenta a propensão a desenvolver problemas como fascite plantar, especialmente para os adeptos à corrida.

Pisada supinada

Ao contrário da pronada, a supinada provoca o desgaste no tênis de fora para dentro. Nesse caso, a pisada começa com a parte de fora do calcanhar para depois distribuir o peso aos dedos. É o dedo mindinho que dá o impulso nesse caso. Com isso, os pés costumam ficar mais arqueados e com todo o peso concentrado apenas nas bordas do solado. Esse tipo de pisada provoca instabilidade no joelho e prejudica diretamente a saúde da coluna, causando um enorme desequilíbrio.

Pisada e dores nas costas: tratamento

Com essa explicação, fica a pergunta: será que a minha pisada está causando dores nas costas? E se for, tem tratamento? Para responder a essa pergunta, um posturólogo irá avaliar o seu desempenho corporal como um todo. O profissional irá analisar o tipo de dor e se há algum desequilíbrio na coluna, nas pernas e nos pés. Dessa forma, ele poderá descobrir a origem do incômodo e realizar o tratamento mais adequado.

Há casos em que algumas sessões de osteopatia associada à posturologia e, em alguns casos, o uso de palmilhas corretivas já são suficientes para dar adeus às dores nas costas. Identificar a pisada é um ponto importante; porém, o posturólogo vai identificar se essa pisada alterada é causa ou consequência de algum captor postural ou de uma tensão no corpo. Já em problemas mais graves, é necessário aplicar uma terapia mais intensa e completa a fim de corrigir toda a estrutura corporal do paciente. Para saber qual o método mais indicado para o seu caso, entre em contato conosco pelos telefones (11) 2251-6582 e (11) 99868-6515 (WhatsApp) ou agende sua consulta online e se livre do problema!