Alteração postural

Qual a relação entre as alterações posturais e as dores lombares

Sabe aquela dor bem incômoda que acomete nas costas? Pode ser sinal de alterações posturais como escoliose, lordose e cifose, ligadas diretamente ao problema da má postura.

Você já ouviu falar nessa terapia? Neste texto você conhecerá mais sobre ela, entenderá como funciona e quais são as vantagens de realizá-la.

O que são as alterações posturais?

Os desvios posturais são alterações na coluna que provocam a acentuação de curvas na região. Eles contribuem para que os discos vertebrais fiquem comprimidos, o que é causado por uma postura inadequada. Dessa forma, é aumentada a pressão nas vértebras, fazendo com que o paciente sinta dores na coluna e, conforme a gravidade, evolui para um quadro de hérnia de disco.

Quais são as alterações posturais mais comuns? 

A coluna é de extrema importância para a anatomia humana, uma vez que é responsável por dar equilíbrio e sustentação ao corpo, além de proteger a medula espinhal. No entanto, devido a diversos fatores, incluindo o estilo de vida contemporâneo, problemas nessa região atingem um número cada vez maior de pessoas. Dentre eles, os mais comuns são as alterações posturais. Conheça as mais comuns:

Escoliose

Esse problema se caracteriza pela curvatura acentuada da coluna para um dos lados (direito ou esquerdo). As razões para seu surgimento são diversas. Ela causa um aspecto de desequilíbrio no corpo e pode ser verificada pelo não nivelamento do quadril e dos ombros.

Hipercifose

Nesse tipo de alteração, ocorre um aumento no tamanho da curva torácica (para dentro) da coluna vertebral. As principais consequências são a redução da mobilidade da coluna e a diminuição da capacidade do tórax de se expandir durante a respiração. Pode levar a problemas secundários, como a hérnia de disco.

Hiperlordose

É bastante similar à anterior, mas o aumento da curvatura da coluna ocorre mais abaixo, na lombar, dando a aparência de um bumbum arrebitado. Além de dor, essa alteração pode causar danos nos ossos e nas articulações.

Quando essas ou outras alterações posturais forem percebidas, é necessário procurar imediatamente um profissional capacitado para realizar o diagnóstico e evitar que o problema se agrave e interfira na autoestima e qualidade de vida. Além disso, o profissional será o responsável por prescrever o melhor tratamento, que inclui a osteopatia e o pilates.

O que é a posturologia?

Com a evolução da medicina, foram desenvolvidas diversas novas técnicas de terapia manual para tratar essas dores, como a posturologia, por exemplo. Esse método estuda a relação entre doenças crônicas e a postura do indivíduo, produzindo, assim, diversos benefícios.

Ela é uma técnica francesa de terapia manual que tem se expandido pelo Brasil. Ela atua na investigação do desequilíbrio postural, bem como na maneira que ele exerce influência sobre o corpo.

O corpo humano funciona em harmonia biomecânica. De forma simplificada, o cérebro percebe o volume, a forma do corpo e a posição que ocupa no espaço. Assim, quando ocorre a quebra dessa harmonia, podem surgir diversos problemas.

A posturologia baseia-se na reprogramação postural do indivíduo, prevenindo doenças associadas às disfunções posturais.

Os princípios desse método estão fundamentados em interrogar o indivíduo, examiná-lo, realizar o diagnóstico e tratar as causas do problema.

Como a osteopatia atua no tratamento da hérnia de disco?

O osteopata localiza quais elementos do corpo não estão desempenhando corretamente suas funções, o que pode estar relacionado ao sistema visceral, à pele e até mesmo aos tecidos. 

O tratamento visa eliminar essas disfunções e reequilibrar o corpo, reduzindo ou interrompendo a sobrecarga em cada área afetada.  É possível, por meio de ações locais, eliminar os sintomas da hérnia de disco no próprio local do disco danificado.

Desse modo, o tratamento agirá nas causas e nos sintomas, buscando restituir ao paciente o equilíbrio afetado. Isso inclui desde o sistema mecânico, com intervenções manuais no corpo do paciente, à mudança de hábitos, que passa, inclusive, pela correção da cultura alimentar.

A prática de pilates para tratar alterações posturais

O pilates é uma modalidade física que consiste na execução de exercícios de baixo impacto que utilizam o peso do próprio corpo. Justamente por isso, permite que os praticantes tenham maior consciência corporal.

Antes de a prática ser iniciada, é realizada uma avaliação da biomecânica do praticante. Com isso, os erros nos movimentos e na postura são identificados e é possível estabelecer uma série de medidas para auxiliar na correção deles.

Portanto, assim que qualquer alteração postural for percebida, é necessário procurar um profissional especializado, que não só fará o diagnóstico, como receitará o(s) melhor(es) tratamento(s). É necessário frisar que mesmo tratamentos que consistem na prática de exercícios podem acabar piorando o problema, se realizados sem a devida orientação.

Quais os benefícios do Pilates para hérnia de disco?

A seguir, confira os benefícios da técnica no tratamento da hérnia de disco:

Estabilização da coluna 

Os exercícios de Pilates fortalecem a musculatura do abdômen e da região do quadril, duas partes importantes para a sustentação da coluna lombar.

Realinhamento da postura 

A correção da postura e o fortalecimento muscular proporcionam melhor distribuição da carga do corpo. A postura fica mais alongada, ereta e equilibrada. Isso ajuda a diminuir as dores crônicas.

Melhoria da mobilidade 

O Método Pilates, após algumas sessões, garante uma melhoria significativa nas articulações da coluna, facilitando os movimentos.

Proteção dos discos intervertebrais 

Os trabalhos de alongamento, fortalecimento muscular e de correção da postura contribuem para a preservação dos discos intervertebrais.

Alívio de dor crônica

 Depois de algumas sessões de Pilates, há um grande alívio da dor crônica causada pela hérnia de disco. Os exercícios resultam no afastamento das vértebras e em articulações mais flexíveis.

Consciência corporal

Outro objetivo do Pilates é desenvolver a consciência corporal para preservar melhor a coluna e demais estruturas do esqueleto e músculos. Para quem já está com hérnia de disco, a consciência corporal é de extrema importância para evitar o agravamento da doença e o surgimento de outros problemas que afetam a coluna.

Cuidados importantes

Agora que você conhece as causas das alterações posturais, deve buscar implementar as medidas de prevenção no seu cotidiano. Hábitos simples como buscar manter a postura sempre correta, fazer intervalos para alongamentos caso trabalhe por longos períodos (seja em pé ou sentado), praticar exercícios físicos com frequência e procurar manter o peso corporal fazem toda a diferença.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como osteopata em São Paulo.

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp