alterações posturais

Alterações posturais: principais causas

Sabe aquela dor chata nas costas? Pode ser sinal de alterações posturais como escoliose, lordose e cifose, ligadas diretamente ao problema da má postura. Visando esclarecer todas as suas dúvidas sobre o tema, destacamos neste artigo as causas dos desvios na coluna e o modo como a osteopatia pode ajudar no tratamento.

As alterações posturais

Os desvios posturais são alterações na coluna que provocam a acentuação de curvas na região. Eles contribuem para que os discos vertebrais fiquem comprimidos, o que é causado por uma postura inadequada. Dessa forma, é aumentada a pressão nas vértebras, fazendo com que o paciente sinta dores na coluna e, conforme a gravidade, evolui para um quadro de hérnia de disco.

Causas

As alterações na coluna acontecem por má postura no cotidiano, seja em casa, no trabalho ou escola. Ocorre em atividades de lazer ou até mesmo em tarefas do dia a dia como dormir, dirigir e estudar, que acaba por afetar a coluna vertebral.

Nesse cenário, o reflexo da postura incorreta ocasiona desvios que afetam as articulações como braços, joelhos, ombros, pés e quadris. Esse problema acontece por falta de equilíbrio postural, que tenta de alguma forma suprir as suas funções, podendo enrijecer e encurtar os músculos.

Classificação dos desvios posturais

  • Escoliose: acarreta na curvatura lateral da coluna vertebral no meio ou nos lados. O grau da escoliose depende da idade na qual se iniciou o problema e da grandeza da curvatura. É propensa a aparecer na adolescência, pois nesta fase o corpo cresce mais rápido, acelerando o aumento da curvatura. Assim, se o indivíduo não corrigir a postura ao sentar-se, principalmente no ambiente escolar, permite que haja maior pressão pelo posicionamento incorreto de braços e pernas. Dessa forma, é fundamental procurar sempre uma posição mais confortável.
  • Hipercifose: é caracterizada pelo aumento anormal da concavidade da curva torácica, conhecida como “corcunda”. Surge por fatores como desvio de postura, fraturas de osteoporose ou por doenças mais avançadas. Se a hipercifose estiver em estado progredido, sua presença é bastante notória. Ela é mais comum em mulheres da terceira idade.
  • Hiperlordose: forma uma acentuação da curvatura lombar, causada por situações diversas como alterações genéticas, fraqueza muscular, má postura, etc. Na hiperlordose, o paciente costuma sentir dor no local afetado e, ao realizar alguma atividade que necessita de esforço maior ou que precise de movimentos repetitivos, a dor aumenta.

Tratamento

Os desvios posturais podem ser tratados por meio da osteopatia, que utiliza conhecimento nas áreas de anatomia, fisiologia e biomecânica para a melhora do quadro, com exercícios voltados para alongamentos e respiração. A osteopatia postural poderá ajudá-lo a identificar a alteração, para assim corrigi-la.

Cuidados importantes

Agora que você conhece as causas das alterações posturais, deve buscar implementar as medidas de prevenção no seu cotidiano. Hábitos simples como buscar manter a postura sempre correta, fazer intervalos para alongamentos caso trabalhe por longos períodos (seja em pé ou sentado), praticar exercícios físicos com frequência e procurar manter o peso corporal fazem toda a diferença.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisioterapeuta osteopata em São Paulo!

 

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp