Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Osteopatia e o aperto dentário

Especialidade da fisioterapia, a osteopatia é uma avaliação e tratamento para as mais diversas doenças em todas as partes do corpo. Criada por Andrew Taylor Still, em 1874, pouco foi alterada em sua proposta inicial, cujo objetivo é restabelecer e reequilibrar as estruturas do corpo humano. A técnica auxilia em diversas enfermidades e dores, como o aperto dentário.

As técnicas são personalizadas de acordo com o diagnóstico, o tipo físico e estilo de vida do paciente. Inclusive, a osteopatia vem se mostrando muito eficaz para problemas no aperto dentário e livrando muitas pessoas do sofrimento nos consultórios odontológicos.

Como acontece o aperto dentário

Quando as dores de cabeça são constantes e sem motivo aparente, ao abrir e fechar a boca se ouve um estalo e surgem zumbidos nos ouvidos, é muito provável que sejam sintomas de disfunção da articulação temporomandibular.

Ela surge como um funcionamento anormal desta articulação, afetando diretamente os ossos, ligamentos, músculos, dentes e nervos, unicamente ou em conjunto. Enquanto muita gente acredita que dentes e cérebro não têm ligação, na verdade toda a região da face possui conexão com uma das quatro áreas musculares da mastigação.

A principal causa dessa severa anormalidade se chama aperto dentário ou bruxismo. O bruxismo se caracteriza por um ato involuntário de ranger dos dentes durante o sono e costuma ser identificado apenas pelo odontologista, quando o paciente chega com um quadro de dor de cabeça constante, dentes soltos, quebradiços e desgastados.

Outra doença muito comum para quem tem bruxismo e que só aumenta os problemas de aperto dentário é o briquismo. Além do ranger de dentes, o paciente também os aperta uns nos outros, aumentando a fragilidade da região. O problema não acontece somente ao dormir – também no dia a dia, provocado pelo constante estresse emocional e físico.

Como a osteopatia ajuda a combater o aperto dentário

Dentre os tratamentos paliativos há o uso de aparelhos ortopédicos para proteger a região do atrito. Mas a maneira mais eficaz já testada é a partir do estímulo para o relaxamento da musculatura, realizada pela osteopatia.

A tensão diária é determinante para trazer o aperto dentário, independente de sua discriminação. E a osteopatia estrutural e craniana se torna perfeita para esse tipo de problema, já que sua terapia manual atua nos seus fatores centrais que causam o aperto, como tudo que envolve o sistema musculoesquelético.

Para a filosofia da osteopatia, um problema mal cuidado pode gerar outros – como uma lesão no joelho que pode forçar mais o pé que o normal, assim como toda a coluna vertebral. Dessa forma, ela visa cuidar de toda a região do corpo e proporciona alívio nos sintomas e a resolução do problema causado.

As sessões são realizadas individualmente, cujo fluxo e período dependem da gravidade do problema. Em geral, o paciente já obtém melhora nas primeiras sessões, com uma melhor capacidade de reintegração na vida social pela eficácia do tratamento.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisioterapeuta osteopata em São Paulo.