Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Desintoxicação do fígado: o que é e como funciona

Provavelmente, o tema não empolga muito, já que falar em desintoxicação de um órgão muitas vezes remete a intervenções intrusivas e desagradáveis.

Não é o caso aqui. Para desintoxicar o fígado, não há necessidade de qualquer esforço dramático ou doloroso.

É possível fazer isso apenas mudando alguns hábitos alimentares, durante um curto período, que pode ser acredite! de até uma semana.

Sobre o fígado

O grande diferencial do fígado é a capacidade que esse órgão (a maior glândula do corpo humano) tem de se regenerar.

É possível, por exemplo, fazer um transplante de parte do fígado de um paciente para outro, e ambos os fragmentos irão se regenerar, voltando ao tamanho e desempenho normal das centenas de funções que lhe são atribuídas.

A maior glândula do corpo humano

Falando nisso, uma glândula é uma espécie de órgão responsável por produzir determinadas substâncias, que são secretadas no organismo com funções específicas.

O fígado é uma verdadeira indústria, dividida em vários departamentos, cada um deles produzindo materiais específicos para funções determinadas.

Como exemplo, podemos citar enzimas e aminoácidos, sendo a bile a principal substância secretada por ele. Essa é uma secreção de grande importância no trabalho digestivo, atuando principalmente no processamento da gordura ingerida.

Funções do órgão

Para se ter uma ideia da importância dessa glândula, algumas das funções atribuídas a ela incluem:

  • processar os nutrientes absorvidos pelo intestino;
  • regular o equilíbrio de gorduras, açúcares e proteínas no sangue;
  • estimular a coagulação correta do sangue, produção de colesterol e proteínas essenciais;
  • armazenamento de minerais importantes para o organismo, além de vitamina A;
  • remover toxinas da corrente sanguínea;
  • destruição dos glóbulos vermelhos velhos;
  • metabolizar álcool, medicamentos e outras drogas.

O bom funcionamento do fígado pode ser afetado por uma série de fatores, que não se resumem apenas ao consumo desenfreado de álcool, como muitos possam pensar. No entanto, essa é, sem dúvida, uma das maiores causas de comprometimento do órgão, levando à doença conhecida como cirrose hepática.

Muitas razões, além do álcool, podem contribuir para fragilizar o fígado. Podemos citar aqui:

  • dietas ricas em alimentos processados e gorduras saturadas;
  • alto nível de triglicerídeos na corrente sanguínea;
  • infecções virais e doenças autoimunes;
  • uso incorreto de alguns medicamentos;
  • uso de drogas intravenosas;
  • baixos níveis de potássio;
  • exposição a agentes químicos industriais e toxinas ambientais, entre uma série de outros fatores.

Como fazer a desintoxicação do fígado

A desintoxicação do fígado é um processo que começa com a eliminação de maus hábitos alimentares, bem como acabar com a maior parte dos fatores mencionados acima.

É claro que esse processo deve ser administrado pelo médico, que irá indicar as mudanças que devem ser feitas, como evitar o uso de determinados produtos de limpeza ou medicamentos específicos.

Algumas medidas, no entanto, você mesmo pode tomar imediatamente, como:

  • ter maior controle do consumo de álcool, ou até mesmo eliminá-lo;
  • reduzir o consumo de carne vermelha;
  • eliminar o tabaco;
  • reduzir o consumo de alimentos com conservantes;
  • reduzir o consumo de alimentos processados e gordurosos.

Fazendo isso, você reduz a sobrecarga do órgão. Resultados ainda melhores podem ser obtidos se for adotada uma alimentação natural, que inclua frutas, vegetais e alimentos fermentados, como o iogurte.

Além de melhorar a qualidade dos alimentos ingeridos, é importante aumentar a ingestão de água, pois a hidratação ajuda a limpar o fígado das indesejáveis toxinas, além de melhorar o funcionamento do corpo como um todo.

Alguns alimentos específicos, como a beterraba (rica em antioxidantes), o limão, a laranja e os legumes escuros, como couve e espinafre, ajudam a acelerar o processo de limpeza do fígado.

Experimente adotar esses hábitos e observe se irá se sentir melhor ao longo do tempo.

Como saber quando preciso de uma desintoxicação?

Não é difícil descobrir. Primeiramente, observe os sintomas:

  • você tem acúmulo de gordura e dores no abdômen?
  • está ganhando muito peso ou tendo dificuldades para perder?
  • sente cansaço excessivo sem motivo aparente?
  • tem sentido que seu apetite não é mais o mesmo?
  • sofre com azia e dificuldade de digerir alimentos gordurosos?

Se você tem alguns desses sintomas e desconforto na região do lado direito do abdômen, próximo às costelas, pode ter certeza de que é hora de fazer uma desintoxicação do fígado.

Para fazê-la, procure orientação médica, pois além de ter maior segurança no processo, os resultados serão ainda mais satisfatórios.

Procure um especialista

Se você não tem nenhum desses sintomas, mas entende que é bom fazer esse processo de vez em quando, está coberto de razão. O fígado trabalha em silêncio e, muitas vezes, esquece de dar sinais de que está saturado. Ao observar sintomas, consulte um especialista.

 

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre a Osteopatia SP.