Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Dieta individualizada auxilia no emagrecimento

Perder peso com saúde é um objetivo compartilhado por um grande número de pessoas. No entanto, em meio a tantos métodos restritivos e difíceis de serem seguidos, por vezes, não parece possível chegar ao resultado desejado.

Essa frustração faz com que muitos desistam da meta pelo caminho. Mas, não é preciso desanimar.

Atualmente, sabe-se que a elaboração de uma dieta personalizada torna o processo de emagrecimento um pouco mais fácil. Na sequência do artigo, explicaremos o processo em detalhes. Acompanhe!

Como é a dieta personalizada?

Primeiro, é necessário destacar que o tratamento nutricional bem sucedido começa com uma avaliação completa do paciente. Somente com as informações fundamentais acerca do quadro clínico, o especialista será capaz de elaborar um cardápio adequado para você.

Desse modo, é viável planejar refeições que ajudem o paciente a perder gordura, aumentar a massa muscular, tratar doenças gástricas, prevenir diabetes e outras enfermidades. Ou seja, a dieta depende da demanda de cada indivíduo.

O problema das dietas generalizadas

Como hoje é fácil ter acesso a vários regimes pré-estabelecidos na internet e em revistas, por exemplo, com frequência as recomendações são interpretadas erroneamente.

Outro problema observado é que, por darem diretrizes gerais, os cardápios não costumam levar em consideração as particularidades do organismo de cada um, como alergias alimentares ou deficiências nutricionais. A conclusão é que um alimento tido como saudável pode não funcionar bem para o metabolismo de qualquer um.

O processo de elaboração da dieta individualizada

Antes de passar uma dieta, o especialista deve realizar um exame físico para detectar eventuais disfunções causadas pela situação nutricional do paciente.

Em adição, é fundamental avaliar o histórico médico do paciente, focando em oscilações de peso recentes, mudanças no consumo alimentar e presença de sintomas gastrointestinais, por exemplo.

Se necessário, serão requeridos exames específicos para identificar desequilíbrios nos índices, que garantem o bom funcionamento dos órgãos. Neste caso, mede-se o colesterol, a glicose e demais indicadores, através da coleta de amostra de sangue.

Partindo dessas informações reunidas, a dieta individualizada será construída para ser bem mais eficiente que as genéricas, além de ter o foco na adoção de hábitos mais saudáveis pelo paciente.

Outro ponto são as mudanças alimentares graduais: dessa forma, elas não representam uma privação radical e o paciente consegue sustentar uma alimentação balanceada no dia a dia.

Plano alimentar personalizado

Como acontece na maioria das reeducações alimentares, as dietas personalizadas priorizam frutas, verduras, proteínas magras, carboidratos complexos e grãos.

Por sua vez, a orientação é de se evitar açúcar, carboidratos simples, embutidos e itens industrializados. As porções de cada alimento serão determinadas de acordo com os testes efetuados pelo especialista e as demandas nutricionais individuais do paciente.

O método é mais do que um regime de emagrecimento: é um investimento no bem-estar e no melhor funcionamento do metabolismo dos adeptos. Antes de pensar em fazer uma dieta, procure o nutricionista.

 

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre a Osteopatia SP.