Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Dor no nervo ciático: diagnóstico e tratamento

O ciático é o nosso maior nervo. Ele parte do ponto final da coluna vertebral, passa pelos glúteos, atrás das coxas, e, no joelho, divide-se em nervos fibular comum e tibial, até alcançar os pés.

Como o nervo ciático possui várias terminações nervosas, originadas da coluna, sintomas como dor, pontadas, formigamento e choque podem ocorrer em vários pontos do trajeto feito por ele, entre a coluna e os pés.

A dor ciática é consequência da inflamação ou compressão do nervo. Ela causa dor intensa nas costas, pernas e glúteos, dificultando os movimentos da coluna e pernas. A pessoa mal consegue manter a coluna ereta ou caminhar. Há várias formas de tratamento, entre elas, a osteopatia, que faz parte da medicina alternativa.

Nervo ciático: causas da dor

A compressão e a inflamação do nervo ciático podem ocorrer em consequência de outras doenças na coluna vertebral. A mais comum é a hérnia de disco, porém, o nervo ciático pode ser atingido por outras enfermidades na coluna, como a artrose e espondilolistese (escorregamento de vértebra).

Para obter o diagnóstico, é importante consultar imediatamente o médico. Além de realizar o exame físico, o profissional solicitará exames de imagem da coluna (radiografia e ressonância magnética) para visualizar a causa da dor ciática.

Contudo, alguns sintomas podem estar relacionados a outro problema e não necessariamente ao nervo ciático. Um paciente que apresenta sensação de queimação, pontadas, pernas pesadas e cansadas, pode ter outra doença, como a síndrome dolorosa miofascial.

Para identificar a dor ciática, o paciente, deitado de costas na maca, tem que levantar a perna indicada pelo médico. A compressão ciática é confirmada quando há dor e formigamento.

Se o paciente apresentar sintomas na outra perna também, é mais provável que haja alguma enfermidade na coluna, como a hérnia de disco. Caso o paciente tenha sofrido um acidente, o médico poderá solicitar a eletroneuromiografia, exame que avalia danos no nervo ciático.

Tratamento do nervo ciático

Há várias formas de tratamento do nervo ciático. Algumas delas incluem medicamentos para combater a inflamação (anti-inflamatório) e a dor (analgésico), que são administrados por via oral ou pomadas. Dependendo da gravidade, o paciente será encaminhado à fisioterapia. Massagens, repouso e compressas quentes ajudam na recuperação.

Se a causa for uma doença na coluna, é necessário adotar outros procedimentos – caso contrário, a dor ciática será recorrente.

A cirurgia de coluna é a última opção – quando as terapias convencionais não produzem resultados satisfatórios. Em geral, o paciente é tratado com medicação, fisioterapia e mudanças no estilo de vida para preservar a saúde.

A osteopatia também é uma opção de tratamento para os problemas que afetam o nervo ciático. Consiste em técnicas de manipulação de músculos, ossos, articulações e outros tecidos, com a finalidade de reequilibrar as funções do organismo, restaurar estruturas e os movimentos do corpo.

O objetivo da osteopatia é promover a autocura, a partir da normalização dos sistemas e estruturas que compõem o corpo humano. Esses procedimentos só devem ser realizados por especialista em osteopatia.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como osteopata em São Paulo e Belo Horizonte.