Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Fibromialgia: entenda as causas e tratamentos

A fibromialgia é uma doença crônica cujos principais sintomas são dores fortes pelo corpo (inclusive músculos, articulações e tendões). Outros sintomas comuns deste mal são formigamentos nos braços e pernas, problemas no sistema circulatório e digestivo, tonturas, olhos secos, palpitações e até alterações rápidas de humor.

Tudo isso acaba dificultando o cotidiano e afastando os pacientes de uma vida completa e tranquila.

Quais são as causas da fibromialgia?

A questão é que pouco se sabe a respeito das possíveis causas deste problema e, por isso, muitos pacientes sofrem, inclusive, com a falta e a dificuldade de um diagnóstico preciso. Isso acontece porque, infelizmente, a maioria dos exames, como os de análise sanguínea e ultrassonografias, por exemplo, é incapaz de encontrar indícios da doença, que geralmente é descoberta por um médico especializado através de um estudo cuidadoso do paciente e de seu histórico.

Por este motivo, o tratamento da fibromialgia, problema tão complicado e incapacitante, acaba sendo dificultado e muitas pessoas acreditam que é preciso se acostumar com as dores, vivendo de maneira reclusa. Muitos pacientes acabam, inclusive, desenvolvendo quadros de doenças psicológicas por conta da dor constante.

Mas a boa notícia para quem possui essa doença crônica é que é possível, sim, encontrar formas de amenizar a dor e conseguir ter uma vida normal, com mais qualidade e mobilidade.

Aliás, quanto antes ela for tratada, melhores serão os resultados e menos sintomas o paciente irá sentir.

Como tratar a fibromialgia?

Como infelizmente há pouco conhecimento a respeito da causa deste problema, atualmente é impossível dizer que exista uma cura definitiva para este mal, ou ainda que seja possível retardar ou evitar o aparecimento dos sintomas citados anteriormente.

Porém, através de terapias especializadas, medicamentos desenvolvidos especificamente para este fim e tratamentos diferenciados é possível viver sem a dor e a agonia que esta doença traz para a vida das pessoas. Os medicamentos receitados variam de acordo com o paciente e a intensidade dos sintomas, e muitos deles precisam ser tomados diariamente.

Já as terapias diferenciadas, como a osteopatia por exemplo, podem garantir uma vida normal de forma mais natural, sem que seja preciso sofrer com os efeitos colaterais dos medicamentos. Nela, são aplicadas técnicas manuais capazes de fazer um diagnóstico preciso e restabelecer a função plena de nervos, músculos, articulações e até mesmo das vísceras.

Estas técnicas são largamente difundidas em países da Europa e nos Estados Unidos e têm conseguido garantir muito mais qualidade de vida para os pacientes.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisioterapeuta osteopata em São Paulo.