fisioterapia

Conheça todas as áreas de atuação da Fisioterapia

Os fisioterapeutas possuem uma grande variedade de especializações para escolher, direcionando suas carreiras. Essa diversificação permite que as demandas da população sejam atendidas com maior qualidade e conhecimento.

Pensando nisso, trouxemos neste artigo, as áreas mais comuns de atuação da fisioterapia para você conferir. Vamos lá?

Gerontologia e geriatria

Não só o Brasil, mas muitos outros países passam por uma transformação em sua expectativa de vida. Isso significa que há um crescimento constante da população idosa que, cada vez mais, demanda de serviços diversos de saúde — incluindo os fisioterápicos.

Por conta disso, surgiu a especialização de gerontologia e geriatria, que visa reduzir problemas gerados por dificuldades motoras em idosos e demais condições que aparecem com o envelhecimento natural.

Fisioterapia do trabalho

A fisioterapia do trabalho visa aumentar a qualidade de vida e bem-estar dos trabalhadores, pois evita, por exemplo, lesões decorrentes de esforços repetitivos (como ficar digitando por longas horas) por meio da ginástica laboral, ergonomia e postura no ambiente de trabalho.

Sendo assim, não é à toa que empresas de todos os portes e segmentos do mercado têm buscado esses profissionais para evitar desnecessários afastamentos motivados por questões de saúde.

Fisioterapia neurofuncional

A fisioterapia neurofuncional atua na recuperação de pacientes que sofreram problemas neuromotores (AVCs, por exemplo), recuperando a coordenação, os movimentos e a força. Nesse segmento, tanto as capacidades cognitivas quanto as motoras são transformadas e, na sequência, readaptadas.

Fisioterapia esportiva e ortopédica

Outra área de atuação da fisioterapia é a ortopédica e esportiva, que visa prevenir lesões em atletas (profissionais ou amadores). Seu objetivo é garantir alta performance para os treinos, sem que o rendimento físico seja prejudicado.

Uroginecologia e obstetrícia

Apesar de pouco conhecida, visa tratar pacientes com disfunções urinárias, fecais ou sexuais. Essa área fisioterápica também auxilia grávidas no fortalecimento pélvico, facilitando e beneficiando o trabalho de parto.

Fisioterapia dermatofuncional

A fisioterapia dermatofuncional, apesar de pouco conhecida, tem foco em terapias que visam o cuidado com a pele e os tecidos do cabelo, das unhas e pelos em geral.

Fisioterapia respiratória

A terapia, geralmente intensiva, visa a reabilitação e cura de pacientes com problemas respiratórios. Disfunções renais somadas a problemas pulmonares também são tratadas dentro dessa especialização.

Fisioterapia oncofuncional

A fisioterapia oncofuncional, como seu nome nos dá a entender, trabalha exclusivamente com pacientes oncológicos, ou seja, aqueles que trataram ou estão em um tratamento vigente contra o câncer.

Seu objetivo é preservar, além de manter ou restaurar, a integridade dos órgãos, sistemas e tecidos afetados pela enfermidade ou pelo tratamento, que costuma ser tão agressivo quanto a própria doença.

Agora você já conhece as mais comuns (e igualmente promissoras) áreas de atuação da fisioterapia.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como osteopata em São Paulo e Belo Horizonte.

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp