Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Afinal, o que é o glúten?

Muita gente pensa que o glúten é um carboidrato, porém, não poderiam estar mais enganados. O glúten é uma proteína muito famosa e considerada um dos vilões de quem busca perder peso e ter um corpo saudável.

Encontrado em alimentos como pães, bolachas e macarrão, o glúten surge como uma verdadeira combinação de outras duas proteínas, a gliadina e a glutenina, que podem ser encontradas em grãos como a cevada, o trigo e o centeio.

Mas qual a função do glúten nos alimentos? Essa proteína faz com que uma rede de entrelaçamento seja criada, fazendo com que os alimentos que possuem essa substância fiquem mais elásticos, tenham um processo de fermentação mais rápido e sejam preparados de maneira mais fácil e prática.

O glúten prejudica a nossa saúde?

Muitas pessoas enxergam o glúten como um verdadeiro vilão. Mas, afinal, qual é o papel dessa proteína em nosso corpo? O glúten representa uma fonte de proteína vegetal, substância muito importante para a reparação dos nossos tecidos e para manter o nosso sistema imunológico ativo e funcionando de maneira correta.

Além disso, os alimentos que contém glúten, que são principalmente os carboidratos, são excelentes fontes de energia. Quando ingeridos, os açúcares complexos presentes nesses alimentos liberam a glicose, substância que ativa algumas de nossas funções vitais, trazendo mais energia para o nosso dia a dia.

Mitos e verdades sobre o glúten

O principal mito que gira em torno dessa proteína diz respeito aumento de peso. Muitas pessoas acreditam que o glúten engorda, porém, estudos mostraram que não é bem assim.

O glúten por si só não colabora com o ganho de peso. Porém, como essa substância está presente nos carboidratos, quando ingeridos de maneira exagerada e inadequada, ela pode acabar facilitando o ganho de peso. Portanto, não é o glúten que te faz engordar, é o seu excesso de consumo de carboidratos.

Também é muito comum que se pense que todas as pessoas devem eliminar o glúten da alimentação, entretanto, isso não é verdade. Via de regra, as únicas pessoas que realmente precisam abolir esse tipo de substância do cardápio são aquelas pessoas que possuem algum tipo de intolerância.

A doença celíaca faz com que a pessoa tenha reações adversas após ingerir glúten, o que acaba causando uma inflamação no intestino. Estudos recentes revelaram que cerca de 1% de toda a população mundial sofre com esse problema e que 5% das pessoas em todo o mundo possuem algum tipo de sensibilidade que envolve essa proteína.

Outro mito que gira em torno do glúten envolve os bebês. Alguns pais acreditam que as crianças não devem ingerir alimentos com a substância. Porém, especialistas recomendam que, a partir dos 4 meses de vida, as crianças já comecem a ter contato com o glúten. Dessa forma, as chances de desenvolverem a doença celíaca e diabetes do tipo 1 diminuem.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre o meu trabalho como osteopata em São Paulo e Belo Horizonte.