hérnias discais

A importância do pilates no tratamento das hérnias discais

Uma dor na coluna pode indicar um simples esforço excessivo, problemas de postura, bem como hérnias discais. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, 15% da população sofre com a doença e no Brasil ela é a segunda maior causa de afastamento do trabalho. A boa notícia é que em 95% dos casos não é necessário realizar uma intervenção cirúrgica e o tratamento pode envolver um método não invasivo, como o pilates, por exemplo. Este texto seleciona as principais informações sobre o assunto para você entender tudo sobre o tema.

Hérnias discais lombares

A hérnia de disco é uma condição gerada pelo desgaste dos discos intervertebrais, que comprimem as raízes nervosas da coluna vertebral. Dessa maneira, provocam dor forte. O envelhecimento, predisposição genética, sedentarismo assim como tabagismo são as principais causas da doença. Entretanto, fatores como carregamento de peso excessivo também podem estar ligados à ocorrência de hérnia. A hérnia de disco pode tanto ser assintomática, como causar dor de intensidade leve ou muito forte, chegando a incapacitar uma pessoa. Depende do desgaste causado pela condição. Outras sintomas comuns são:
  • formigamento;
  • dor na perna;
  • dor no braço;
  • dor na coluna e na perna;
  • dor na coluna e no braço.

Tratamento da hérnia discal

Os tratamentos para a hérnia discal lombar são, na maioria, conservadores, como o uso de medicamentos analgésicos, com o intuito de controlar a dor, anti-inflamatórios, acupuntura e fisioterapia. O Pilates ganhou espaço no tratamento da hérnia de disco depois que estudos comprovaram que a prática de atividades para o reforço muscular melhora a flexibilidade e o condicionamento físico, oferecendo ganhos à autonomia dos indivíduos acometidos, especialmente os idosos.

Benefícios do pilates do tratamento da hérnia de disco

Muito utilizado para melhorar o condicionamento físico, o pilates é uma excelente ferramenta para controlar desvios posturais, como a escoliose e as hérnias discais, por exemplo. Isso porque o método melhora a flexibilidade e gera força muscular. Além disso, os exercícios do pilates podem aumentar o afastamento entre as vértebras, ideal para pessoas com hérnia, uma vez que isso pode estabilizar a doença. Outro ponto a ser ressaltado é que o pilates permite que os músculos do complexo lombo-pélvico dos quadris absorvam a maior parte do impacto, estabilizando as articulações da coluna.

Exercícios de pilates para hérnia de disco

A maioria dos exercícios de pilates para o tratamento de hérnia pode ser praticada no solo, com acessórios (bola e elásticos). Em alguns casos, os aparelhos ajustáveis também são utilizados para facilitar a execução do exercício. Alguns exercícios comuns:
  • breathing;
  • mobilização lombar com overball;
  • leg pull back;
  • parakeett;
  • estímulo à extensão;
  • swan;
  • alongamento de glúteo e piriforme;
  • swan no cadillac;
  • back extension;
  • 90°/90°;
  • tower.
É muito importante lembrar que todo e qualquer exercício deve ser realizado sob orientação de um profissional capacitado. Somente seu fisioterapeuta e instrutor conhecem seu quadro clínico e sabem quais atividades se encaixam no tratamento da sua hérnia discal. Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre a Osteopatia SP.
Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp