Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Menopausa: entenda como o Pilates ajuda atenuar os sintomas do período

A menopausa traz várias mudanças na vida das mulheres, incluindo alguns incômodos que podem ser aliviados por meio de exercícios como o Pilates, por exemplo. O método é perfeito para mulheres na menopausa e na fase que a antecede. Ainda, a atividade é de baixo impacto, ajuda a aumentar a flexibilidade e o equilíbrio, além de melhorar a força e o tônus ​​muscular. Neste post, entenderemos um pouco mais sobre o assunto. Acompanhe!

O Pilates e os sintomas da menopausa

A menopausa é experimentada de várias maneiras diferentes por cada corpo. Em suma, as sensações do período incluem:
  • fadiga muscular;
  • perda de força;
  • dores;
  • dificuldade de concentração;
  • alterações de humor;
  • ondas de calor etc.
Desse modo, se guiado corretamente, o Pilates pode ajudar a melhorar fisicamente os desequilíbrios e aliviar as dores musculares, além das associadas às tarefas diárias e à menopausa. A atividade fortalece o corpo de dentro para fora. Os músculos profundos e posturais começam a funcionar corretamente. Dessa forma, o Pilates permite que você trabalhe no centro (coluna) e na periferia (ombros, braços, pernas). Primeiramente, é importante entender que, devido à perda muscular potencial, experimentada durante o processo, é importante manter o movimento e obter o sangue e oxigênio fluindo por todo o corpo. Algumas vezes, a menopausa pode ser esmagadora. Todavia, o Pilates ajuda a acalmar a mente e fortalece a conexão com o corpo. Surpreendentemente, mulheres que estavam experimentando os sintomas e recorreram a programas de exercícios que incluem aeróbicos e treinamento de força, tiveram melhores níveis de densidade óssea e saúde mental. Assim sendo, um programa de Pilates ajuda a aliviar os sintomas da menopausa. De fato, o método é especialmente bom para minimizar ondas de calor, suores noturnos, alterações de humor e ganho de peso, além de fortalecer os músculos pélvicos, evitando futuros problemas urinários.

Movimentos que ajudam a conter a menopausa

A seguir, conheceremos alguns modos de atenuar a menopausa por meio do Pilates.

Trabalho de Braço

O trabalho de braço é uma parte essencial da sessão de Pilates, posto que as mulheres começam com braços relativamente fracos e, durante esse período, percebem uma perda dramática do tônus de pele na região do tríceps.

Rotação de flexão lateral

Só para ilustrar, aqui o foco é no controle abdominal com ênfase na mobilidade da coluna vertebral e na estabilização escapular. Os lados do tronco, geralmente, ficam mais fracos à medida que os músculos perdem algum tônus com o processo de envelhecimento.

Trabalho com as pernas

O foco está no fortalecimento dos extensores e adutores do quadril, isquiotibiais, extensores do joelho e estabilização pélvica.

Trabalho de quadril

Esta área tende a perder força e estabilidade. Logo, é importante mantê-la funcional para ajudar a evitar problemas com o equilíbrio.

Alongamento

É de grande importância que as mulheres nesta fase se alongem para manter os músculos flexíveis e reduzir a dor e rigidez futuras no corpo.

Pilates e suas vantagens na menopausa

Agora, saberemos mais sobre os benefícios da prática:
  • ajuda a aliviar a ansiedade, depressão e alterações de humor: um dos melhores benefícios na menopausa é o de regular o humor! Fazer Pilates, 30 minutos por dia, pode aumentar os níveis de serotonina, hormônio responsável pela sensação de felicidade, além de ser calmante;
  • alivia dores musculares: além da dor, também atenua os espasmos, fortalecendo os músculos e a resistência. Ademais, melhora a postura e o movimento;
  • melhora a memória e previne a névoa cerebral: a concentração também pode se tornar um desafio no período da menopausa. O Pilates melhora a atenção e a memória ajudando a criar novas ligações cerebrais;
  • reduz o estresse: proporciona alívio do estresse duradouro, acalmando o sistema nervoso. Mais que isso, elimina os hormônios do estresse em excesso com a ajuda do sistema linfático;
  • aumenta a produção de hormônios: um dos benefícios mais importantes do Pilates na menopausa é sua capacidade de estimular a produção de hormônios, melhorando a circulação sanguínea e mantendo as glândulas, como os ovários, funcionando bem;
  • melhora sua qualidade de vida: o Pilates coloca mente e corpo em sintonia. Por esse motivo, pode melhorar muito sua qualidade de vida durante a menopausa.
Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre a Osteopatia SP.