Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Microfisioterapia no tratamento de alergias

A medicina está em constante evolução, seja na descoberta de curas, seja no desenvolvimento de novas formas de tratamentos. Isso permitiu a descoberta de várias técnicas de terapia manual, como a microfisioterapia, barra de access e posturologia. Neste post, abordaremos a grande contribuição que a microfisioterapia oferece no tratamento das alergias. Quer aprender sobre o assunto? Então, continue a leitura!

O que é microfisioterapia?

Trata-se de uma técnica de terapia manual, desenvolvida na França, em 1983, pelos fisioterapeutas e osteopatas Daniel Grosjean e Patrice Benini. Essa abordagem terapêutica tem como objetivo entender e identificar a origem principal de uma doença ou de um sintoma apresentado pelo paciente. De acordo com os estudos realizados por esses franceses, o nosso organismo tem uma memória própria, construída a partir de pequenos movimentos realizados pelos nossos órgãos e células. Assim, ao utilizar essa memória, é possível descobrir as causas da perda de vitalidade, da origem das doenças e dos sintomas que impedem o paciente de viver com saúde. A parte prática da terapia consiste em tocar a pele para estimular o corpo a reconhecer os traumas físicos ou emocionais que causaram o problema. Isso é necessário para que o organismo entenda o que deve ser eliminado. O profissional especializado na técnica procura, no corpo do paciente, os pontos onde há a perda de energia vital. Essa identificação é possível por meio do acompanhamento dos micromovimentos realizados pelo organismo.

Para que serve?

A microfisioterapia é uma terapia complementar à medicina tradicional e atua de forma semelhante à homeopatia e à medicina tradicional chinesa. Por ser uma abordagem que trabalha o corpo humano de forma integral, produz diversos benefícios. As principais vantagens apresentadas por pessoas que realizaram o procedimento são a melhoria do estado emocional, a resolução das dores, melhora do sistema imunológico, descoberta da origem de alguma doença e a promoção da saúde. Na maioria dos casos, essa terapia manual é realizada por pessoas que sofrem com:
  • síndrome do pânico;
  • depressão;
  • dor e traumas;
  • rinites;
  • artrites;
  • hipertensão arterial;
  • doenças respiratórias;
  • fibromialgia;
  • ansiedade;
  • hiperatividade e agressividade;
  • falta de atenção e concentração;
  • alergias.

Afinal, como ela é usada no tratamento de alergias?

As alergias são ocasionadas pela reação anormal do organismo a algumas substâncias e, geralmente, têm origem em traumas físicos e emocionais. Assim, o corpo responde de forma exagerada, ultrapassando a capacidade do nosso sistema imunológico. Quando isso acontece, o organismo gera uma nova memória que fica armazenada. A microfisioterapia é aplicada para descobrir o problema que ocasionou a alergia e apagar essa lembrança. Por meio da micropalpação, o profissional consegue despertar mecanismos de autocorreção, fazendo com o que o próprio organismo restaure a vitalidade dos tecidos e restabeleça o equilíbrio do corpo. Vários são os casos em que pacientes de rinites, psoríase, dermatite de contato, asma e bronquite apresentaram resultados satisfatórios após serem submetidos a essa terapia manual. Ficou interessado no assunto? Procure um profissional especializado em microfisioterapia e descubra como essa técnica pode ajudar você. Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre a Osteopatia SP.