Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
O que é microfisioterapia?

Você já ouviu falar em microfisioterapia? A busca por essa terapia tem crescido no Brasil e cada vez mais profissionais têm se especializado nela. Nesse artigo, você vai entender como ela funciona, quando é indicada e quais os benefícios que produz.

O que é microfisioterapia?

A microfisioterapia surgiu na década de 80 na França, criada pelos fisioterapeutas e osteopatas franceses Daniel Grosjean e Patrice Benini. A técnica reúne os conceitos de embriologia, filogenia, ontogenia, imunologia, anatomia e até física quântica.

Sempre que há uma agressão, física ou emocional, que rompa o limite de defesa do organismo, ocorre uma alteração na vitalidade do tecido e, consequentemente, uma baixa imunidade a doenças.

De acordo com os preceitos da técnica, essas alterações são como memórias que ficam registradas fisicamente em nós. A microfisioterapia está baseada na busca pelo entendimento e identificação da causa principal de uma doença ou de um sintoma apresentado pelo paciente.

Por meio dessa terapia, o osteopata consegue descobrir a origem de distúrbios ou doenças, tanto físicas quanto emocionais, que acometem o indivíduo.

Onde surgiu a técnica?

A técnica chegou ao Brasil somente em 2005 e por isso muitos no País ainda não sabem o que é microfisioterapia. Porém, existe desde meados de 1980, quando foi desenvolvida pelos fisioterapeutas e osteopatas Daniel Grosjean e Patrice Benini na França. Ambos trabalham até hoje com pesquisas e treinamentos para formação de novos profissionais especializados na técnica.

Seus criadores mapearam o corpo e suas relações com base na filogênese, ontogênese e na embriologia. Por isso, a microfisioterapia é pura ciência, resultado de anos de estudo que incluem ainda a medicina chinesa e a física quântica.

Como funciona a microfisioterapia?

A microfisioterapia é um protocolo em que o profissional, por meio do toque, busca identificar os ritmos do corpo. Um microfisioterapeuta é capaz de identificar a origem das dores dos pacientes. A partir dessa etapa, ele estimula pontos específicos e estratégicos do corpo, com o intuito de promover a autocura, que é o principal processo da microfisioterapia.

Como é a sessão?

Uma sessão de microfisioterapia compreende uma avaliação investigativa na qual o profissional busca a maior quantidade possível de informações sobre a vida do paciente, bem como suas principais queixas.

Após uma conversa inicial (avaliação), o paciente deita-se confortavelmente em uma maca, tirando somente os sapatos e acessórios como relógio, colar, brincos e afins, permanecendo vestido durante toda a sessão. A consulta costuma ter a duração de uma hora a uma hora e meia.

Durante a sessão, o profissional especializado na técnica toca a pele do paciente para estimular o corpo a reconhecer os traumas existentes. A micropalpação também busca encontrar as cicatrizes patológicas do indivíduo.

Essas cicatrizes são as marcas físicas que a agressão primária deixou no corpo. Em seguida, há uma busca pela identificação dos sintomas produzidos por elas.

Com as micropalpações, o organismo entende o problema, percebe o que precisa ser eliminado, realiza a autocura e apaga o registro traumático do corpo.

Após as sessões, o paciente precisa esperar um tempo até que o corpo se reorganize e promova a autocura. Em alguns casos, é comum que ele se sinta mais sonolento ou cansado. Para facilitar o processo de cura, é indicada a ingestão de bastante água e o repouso.

O que acontece após a sessão?

No período imediato após a sessão, recomendamos aumentar a quantidade de água ingerida, não consumir bebida alcoólica, bem como não fazer nenhuma atividade que exija muito do corpo. Isso porque o organismo estará em processo de autocura, com muitas mudanças internas acontecendo.

Alguns pacientes podem apresentar sonolência, cansaço e náuseas, que passam logo nas primeiras horas.

O fisioterapeuta indica na mesma consulta se existe a necessidade ou não de uma nova sessão. Sendo necessária, ela só poderá acontecer após um período de 30 dias. Este tempo é importante para o corpo se autocurar dos desbloqueios realizados.

Costuma-se realizar duas a três sessões em cada paciente, mas isso não é uma regra. Após a alta do paciente, novas sessões podem ser realizadas anualmente ou na presença de algum fator que as justifique.

Quais os benefícios dessa técnica?

Os benefícios variam de acordo com cada caso e estágio da doença. Ela pode promover a regressão da patologia ou até a cura total. O fator determinante para o resultado do tratamento é o grau de acometimento das funções estruturais do organismo.

Essa abordagem terapêutica melhora as dores crônicas, devolve ao paciente o equilíbrio emocional e recupera a sua saúde física, fornecendo bem-estar e qualidade de vida.

Contudo, é importante esclarecer que a realização dessa terapia não substitui o tratamento convencional das patologias. O ideal é conversar com o seu médico, para que o seu quadro seja avaliado da melhor maneira.

A microfisioterapia utiliza somente técnicas manuais para a autocura?

Além dos processos manuais, o profissional investiga, por meio das reações do paciente, o sistema nervoso, ritmo corporal e celular, bem como traumas do presente e passado que estejam atrapalhando o pleno funcionamento do organismo.

Esta é uma parte do tratamento que se diferencia de forma exacerbada dos demais, tornando a microfisioterapia muito mais profunda e abrangente do que as técnicas convencionais.

Quais são os benefícios e indicações da microfisioterapia?

São vastos os benefícios da microfisioterapia! Pesquisas indicam que eles vão desde a melhoria do estado emocional, tratamento de doenças, dores e traumas até o fortalecimento do sistema imunológico:

  • Distúrbios de sono;
  • Distúrbios de peso;
  • Distúrbios somato-emocionais (depressão, pânico, ansiedade e etc.);
  • Fobias;
  • Alergias Gerais;
  • Disfunções sexuais;
  • Doenças gastrointestinais;
  • Problemas hormonais;
  • Enurese noturna e incontinência urinária;
  • Falta de atenção;
  • Problemas de concentração;
  • Hiperatividade;
  • Problemas escolares;
  • Agressividade;
  • Enxaquecas;
  • Problemas de Pele;
  • Dores e traumas físicos;
  • Lesões esportivas;
  • Artrites;
  • Fibromialgia;
  • Problemas de pressão.

Como esse método não é invasivo e respeita o corpo de cada um, é indicado para todas as pessoas, de todas as idades.

Entendeu o que é microfisioterapia? Quer experimentar seus benefícios? Entre em contato conosco pelos telefones (11) 2251-6582 e (11) 99868-6515 (WhatsApp) ou agende sua consulta online para se tornar uma pessoa renovada!