Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
A importância do pilates no desenvolvimento de crianças e adolescentes

É possível que você já tenha notado o quanto a postura dos jovens raramente está correta — sejam seus filhos, amigos, netos ou conhecidos de modo geral. As razões não são poucas e, em partes, até se justificam. Inúmeras facilidades e modernizações incentivam a inatividade e o sedentarismo, uma vez que fazem quase tudo por nós.

Para os jovens, existem poucas brincadeiras ao ar livre e cada vez mais jogos no computador e videogames. A má postura é um dos reflexos deste problema.

Pensando na temática, trataremos, neste artigo, sobre a importância do pilates no desenvolvimento de crianças e adolescentes. Ficou curioso? Então, confira!

Por que incentivar o pilates para crianças e adolescentes?

A infância e adolescência, além de estarem atualmente marcadas pelo excesso de TV, videogame e smartphone, também têm como problemática o sedentarismo, levando ao crescimento intenso do corpo, o que abre caminho para possíveis desequilíbrios musculares.

Como consequência, é comum escutarmos dos jovens a reclamação de dores nas articulações e costas. Alterações posturais, tais como cifose, escoliose e lordose, não à toa, também costumam aparecer nesta fase.

É aqui que entra o pilates, com exercícios capazes de fortalecer a musculatura corporal como um todo, organizar a postura e equilibrar o corpo, melhorando, ainda, a flexibilidade e o alongamento do jovem.

No pilates, vários grupos musculares são trabalhados simultaneamente, o que implica em melhor coordenação motora das crianças e adolescentes. A execução dos exercícios, por sua vez, aumenta a concentração (refletindo diretamente na performance intelectual e atlética do indivíduo) e a capacidade respiratória.

Afinal, como o pilates pode ajudar?

Dados da Universidade Gama Filho apontam que os exercícios de pilates também facilitam a drenagem linfática natural do organismo e estimulam o funcionamento do sistema circulatório, reduzindo os males causados pelo estresse, ansiedade e sedentarismo, típicos da faixa etária.

Além do mais, o uso de acessórios, como o fitness circle e o stability ball auxiliam no aprendizado dos movimentos e representam desafios para este público tão ativo. E o melhor: também estimulam a coordenação e aumentam a concentração.

Com a prática de pilates, crianças e adolescentes ganham maior consciência corporal, avaliando a postura ao longo do dia e percebendo a reação do corpo a cada movimento, o que os leva a estarem constantemente se corrigindo.

Deste modo, é possível, inclusive, afirmar que os exercícios preparam os jovens para os desafios que vêm pela frente, sempre com maior disposição, equilíbrio e menos dores ou queixas.

Além de tudo isso, sabe-se também que a prática de atividades físicas é primordial nesta idade, já que eleva a autoconfiança e a autoestima. O aumento de energia e do rendimento em sala de aula é observado.

Agora você compreende a importância da prática de pilates no desenvolvimento de crianças e adolescentes.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como osteopata em São Paulo e Belo Horizonte.