Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Diferenças entre o pilates clássico e o contemporâneo

O Método Pilates compreende uma série de exercícios físicos, realizados com ou sem aparelhos, que proporcionam mais estabilidade e fortalecimento da musculatura, equilíbrio físico e mental. A prática de pilates alonga e tonifica os músculos, melhora postura, flexibilidade do corpo, circulação sanguínea, previne lesões, entre outros benefícios.

Desde a criação da técnica pelo alemão Joseph Pilates, há mais de 100 anos, até os dias atuais, o Método Pilates evoluiu com a introdução de outros exercícios e equipamentos. Os princípios gerais são os mesmos; contudo, existem diferenças entre o pilates clássico e o contemporâneo.

Os princípios do pilates são seis:

  • Centro de força: corresponde à musculatura que sustenta a coluna vertebral e os órgãos alojados na cavidade abdominal.
  • Concentração: a mente concentrada proporciona melhor desempenho durante a realização dos exercícios de pilates.
  • Controle: necessário para harmonizar e padronizar os movimentos do corpo.
  • Fluidez de movimento: aprender a usar a energia necessária para cada movimento, sem exagero nem desperdício de força.
  • Precisão: manter o equilíbrio e controle dos músculos envolvidos em cada movimento.
  • Respiração: coordenar respiração e movimentos para obter melhores resultados e benefícios do pilates. A expiração deve ser controlada, e a inspiração natural para melhorar a capacidade respiratória e tornar a oxigenação do corpo mais eficiente.

Pilates clássico e contemporâneo: principais diferenças

Pilates clássico

O pilates clássico corresponde ao método original, criado por Joseph Pilates, no começo do século XX. Naquela época, Joseph Pilates denominou o método como “Contrologia”, baseado nos seis princípios: centro de força, concentração, precisão, fluidez, respiração e controle. A técnica envolve movimentos de yôga, dança e artes marciais. O instrutor de pilates clássico segue somente o método original, ou seja, utiliza os exercícios e equipamentos desenvolvidos por Joseph Pilates.

Após a morte de Joseph Pilates, sua esposa, Clara Pilates, em conjunto com Romana Kryzanowska, estabeleceu quatro sistemas de exercícios: iniciante (exercícios básicos), intermediário, avançado e super avançado (para profissionais de Pilates e atletas de elite). Os adeptos do método clássico ainda seguem esses sistemas.

Pilates contemporâneo

A base do pilates contemporâneo é o método clássico, porém, ao longo do tempo, foram acrescidos exercícios e aparelhos, o que possibilita maior personalização das aulas. No pilates contemporâneo, o instrutor pode definir um planejamento direcionado às necessidades de cada aluno. Também são consideradas as limitações físicas. As sessões são mais incrementadas porque o método contemporâneo possibilita ajustes, introdução de outros exercícios e acessórios para o melhor desenvolvimento das atividades.

Discípulos de Joseph Pilates também fizeram algumas modificações nos exercícios tradicionais. É o caso de Romana Kryzanowska, que fez adaptações do método clássico. Dessa forma, as pessoas que não conseguem fazer a versão completa do pilates clássico podem usufruir dos benefícios desse método, a partir das alterações que foram feitas no treinamento, ao longo do tempo.

Diferenças nos equipamentos

Nas aulas de pilates clássico os instrutores utilizam apenas os equipamentos definidos por Joseph Pilates, com as medidas e os formatos originais. O método contemporâneo usa aparelhos e acessórios diferentes, como bolas, rolos, discos de equilíbrio, entre outros.

Diferenças nas aulas

Na aula clássica, o aluno segue os comandos verbais do instrutor. Os equipamentos são de uso individual ou em dupla. No pilates contemporâneo, o circuito de exercícios pode ser feito por até quatro alunos. O instrutor também demonstra como os exercícios devem ser feitos.

Clássico ou contemporâneo, o pilates é um método que proporciona muitos benefícios ao corpo e à mente. O mais importante é compreender os princípios básicos para obter os melhores resultados.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre o meu trabalho como osteopata em São Paulo e Belo Horizonte.