Quando procurar a reabilitação esportiva?
reabilitação esportiva

A prática de atividades físicas por atletas de alto rendimento sempre é intensa e contínua. Esta intensidade de esforço faz com que os praticantes estejam sempre suscetíveis a lesões. A reabilitação esportiva é direcionada para a promoção da recuperação, prevenção e atenção do atleta amador ao profissional.

O que é reabilitação esportiva?

A reabilitação é um tratamento destinado aos atletas e aos praticantes de atividades físicas. O diferencial deste tratamento está na aplicação de técnicas terapêuticas nos músculos, ossos e articulações, pois o esportista precisa executar todas as funções do corpo com a maior potência e amplitude possível.

O objetivo principal do profissional é permitir ao indivíduo o retorno em curto prazo para suas atividades esportivas. Através de um diagnóstico cinético funcional é possível definir quais técnicas terapêuticas podem ser aplicadas e realizar o acompanhamento da evolução do paciente.

A prática de exercícios de alto rendimento expõe o praticante a uma elevada rotina de treinos, com tempo reduzido de descanso, promovendo assim uma sobrecarga do sistema musculoesquelético. O tempo dedicado ao repouso é extremamente importante para que ocorra a reparação tecidual.

As lesões de maior ocorrência na prática esportiva são: entorses, luxações, distensões, fraturas, tendinites e cãibras. Essas lesões são as principais razões que levam o atleta a procurar a reabilitação esportiva.

Como é o tratamento?

O tratamento é todo destinado à reabilitação do paciente e à prevenção de novas lesões. A execução de exercícios preventivos é fundamental para a restauração da capacidade física do atleta, buscando o fortalecimento dos grupos musculares mais acionados.

Uma competência fundamental que o profissional deve ter é o conhecimento do gesto esportivo do seu paciente, pois assim será possível reforçar os músculos importantes para a execução da atividade e otimizar os movimentos mais utilizados pelo atleta.

A reabilitação esportiva também promove o desenvolvimento da flexibilidade do paciente e da correção postural durante a prática do esporte. A prevenção das principais lesões está no foco de trabalho nestas duas áreas.

O tratamento geralmente é realizado por uma equipe multidisciplinar composta por um fisioterapeuta esportivo ou um osteopata, um ortopedista e um personal trainer. Porém, os métodos mais eficazes na reabilitação do indivíduo estão na fisioterapia.

Dentro da fisioterapia, existem duas vertentes que se complementam para estes casos: a fisioterapia esportiva e a osteopatia.

A fisioterapia esportiva tem por objetivo eliminar a dor, recuperar a flexibilidade, melhorar a condição do sistema musculoesquelético, prevenir novas lesões e permitir ao paciente o retorno às suas atividades físicas o mais rápido possível.

A osteopatia é um método que atua nas causas da lesão do atleta, sem ignorar os sintomas. O osteopata possui amplo conhecimento do corpo humano e de seu funcionamento. Estas características são fundamentais para o diagnóstico e tratamento de lesões que afetam o sistema musculoesquelético.

Somada a estas competências, o tratamento osteopático analisa os hábitos alimentares do paciente, observa o histórico de problemas de saúde e de lesões, permitindo um diagnóstico completo e contribuindo para sua reabilitação esportiva.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como osteopata em São Paulo e Belo Horizonte.