Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Como tratar as sequelas de traumatismo

As sequelas do traumatismo craniano podem mudar a vida de uma pessoa completamente. Lesão na região da cabeça que afeta diretamente o crânio do paciente, o traumatismo craniano também pode causar danos que trazem prejuízo não apenas para o crânio, mas também para o cérebro de quem sofreu o acidente. Nesse tipo de situação, há a presença de um coágulo sanguíneo ou de uma contusão cerebral, trazendo riscos para a vida da pessoa.

O que pode causar o traumatismo craniano

Quedas de alturas elevadas, acidentes de carro ou até mesmo batidas muito fortes na cabeça são a causa desse problema. As possibilidades de cura desse trauma serão determinadas pela causa do acidente e pelo nível de gravidade da lesão do paciente.

Na maioria dos casos, a situação é tratada, porém, acaba deixando resquícios no paciente. As sequelas do traumatismo craniano podem se caracterizar pela perda de movimentos das pernas, cegueira ou até mesmo o coma por longos períodos.

Qual é a importância do crânio para o corpo humano

O crânio humano possui uma função fundamental de proteção do nosso cérebro contra eventuais pancadas ou acidentes. Mas, em situações mais graves, essa proteção exercida acaba não sendo suficiente, e o trauma pode causar diversas lesões cerebrais.

Como em qualquer tipo de acidente, as lesões que atingem o crânio devem ser tratadas por um especialista da maneira mais rápida possível.

A rapidez e eficiência no atendimento podem diminuir as possibilidades do paciente acabar com sequelas do traumatismo craniano e evitar que o acidente acabe sendo fatal.

Como tratar as sequelas de traumatismo craniano

Os pacientes que sofrem com esse tipo de problema podem acabar com sequelas temporárias ou até mesmo permanentes. Na maioria dos casos, essa situação acaba afetando a memória, a visão, a fala e até mesmo a capacidade motora da pessoa que ficou com sequelas.

O tratamento das sequelas irá variar de acordo com a lesão sofrida, sua gravidade e sua extensão neurológica. Estudos revelam que o cérebro possui uma capacidade alta de recuperação após traumas. Porém, esse processo requer muito trabalho e paciência, envolvendo não apenas o paciente, mas também a sua família e uma equipe médica.

Em sequelas de traumatismo craniano que afetam a fala, por exemplo, é possível realizar um tratamento com fonoaudiólogo para recuperar a fala total ou parcialmente, ou, pelo menos, diminuir um pouco as dificuldades para se expressar.

Para alguns pacientes, as sequelas de traumatismo craniano também podem causar muitas dores na região da cabeça ou em pontos específicos do corpo. Um tratamento recomendado para essa situação é a osteopatia.

Esse tipo de tratamento faz com que o estímulo nas articulações do paciente aumentem a capacidade natural de recuperação do corpo que sofreu o trauma, evitando o uso de medicamentos ou procedimentos cirúrgicos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como osteopata em São Paulo e Belo Horizonte.