Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Como a Terapia de Barras de Access atua no nosso corpo?

As Barras de Access se tornaram bastante conhecidas nos últimos anos, após a crescente preocupação com a saúde mental e a busca por mais autoconhecimento, qualidade de vida e reorganização mental e física. De acordo com as pessoas que praticam o método e reconhecem a sua efetividade, a terapia das Barras de Access é capaz de desbloquear “travas”, permitir que o paciente se afaste de noções errôneas acerca de si mesmo e do mundo e propiciar a expansão da consciência. Neste post, falaremos um pouco mais sobre este método terapêutico, explicando os seus fundamentos e a sua atuação no corpo humano. Se você se interessa pelo assunto, prossiga com a leitura.

Como funcionam as Barras de Access?

A técnica defende que existem 32 pontos ao redor da cabeça que correspondem a aspectos do comportamento geral e também às reações do indivíduo a cada um deles, ou seja, cada ponto está relacionado não apenas a uma área da vida, mas ao que aquele assunto significa e promove no paciente. Se há estagnação e bloqueios energéticos nos pontos que estão relacionados à sexualidade, alegria ou criatividade, o indivíduo terá dificuldade para se relacionar com as pessoas, problemas nos campos afetivos, alterações nas habilidades de socialização etc.

Por que ocorrem tais bloqueios?

Considera-se que o bloqueio da energia vital acontece por conta do acúmulo de pensamentos, ideias, atitudes e crenças acerca das áreas presentes nos 32 pontos já citados. Essa terapia atua de maneira a liberar aquilo que já não faz sentido e que está promovendo estagnação na vida pessoal e profissional.

Como isso é feito?

Por meio de toques leves, feitos pelos dedos de um terapeuta qualificado. Tal manipulação permite que o paciente tenha acesso aos seus conteúdos internos e se liberte de suas noções pré-concebidas acerca de si mesmo, do seu pertencimento e merecimento, entre outras coisas. Não existe, dentro da filosofia que compõe o método de tratamento, o bem, tampouco o mal. Assim, sessões de Barras de Access liberam os julgamentos existentes sobre uma série de coisas, permitindo que as pessoas possam acessá-las e vivê-las em plenitude. Os mecanismos de defesa são derrubados pela ativação dos pontos mapeados, permitindo que os pensamentos se tornem mais claros e as crenças, percepções e padrões sejam rompidos. É quase como reinstalar o sistema operacional de um computador, por assim dizer.

Como é a sessão?

Já comentamos que a terapia baseia-se na estimulação delicada de alguns pontos na região da cabeça. Essa é a técnica, de fato: não há nada além disso, o que faz com que ela seja segura para todos os tipos de pessoas. Cada sessão dura em torno de uma hora e meia. Durante este tempo, é natural que o paciente entre em um profundo estado de tranquilidade e relaxamento, o que pode fazer com que ele adormeça. Tal adormecimento, na verdade, é um excelente sinal: quando estamos em repouso, temos menos “filtros”. Nossos julgamentos inexistem, o que faz com que a técnica das barras atue de forma ainda mais efetiva e chegue cada vez mais fundo.

Quantas sessões são necessárias?

A quantidade de sessões varia bastante. Há pessoas que se sentem bem e suficientemente libertas de noções equivocadas logo na primeira sessão, por exemplo. Estes indivíduos tendem a retornar meses depois, para dar continuidade ao processo de bem-estar e autolibertação. Outras pessoas, em especial aquelas que vieram de ambientes tóxicos, tiveram parentes controladores ou passaram por situações traumáticas, podem se beneficiar de sessões mais frequentes. Para pacientes do gênero, é natural que o terapeuta recomende uma média de dez sessões de Barras de Access. Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre a Osteopatia SP.