Agende V. Mariana   Agende Pinheiros  
Como o pilates ajuda a ter mais disposição

Criado no início do século passado, o pilates, antes conhecido como “contrologia”, é um tipo de atividade física que busca o controle dos músculos do corpo, melhorando seu tônus, além de conferir maior flexibilidade e melhora da postura.

O criador do método Joseph Pilates (por isso o nome popular), foi o grande idealizador da série de exercícios e para isso, baseou sua técnica em 6 princípios básicos: concentração, controle, precisão, centro, respiração e fluidez.

Os exercícios envolvem técnicas de respiração, concentração e consciência corporal, o que faz a pessoa ficar mais atenta às mudanças de seu corpo e com mais foco em suas atividades rotineiras. 

A prática do pilates oferece inúmeros benefícios aos praticantes. Ele promove uma melhora na qualidade de vida, diminuição das dores e até mesmo disposição. Entre os principais benefícios do pilates estão:

  • Aumento da resistência física e mental;
  • Melhora da postura;
  • Aumento do tônus muscular;
  • Fortalece os músculos abdominais;
  • Ajuda no controle de peso;
  • Melhora da coordenação motora;
  • Alívio das dores musculares;
  • Promove menor atrito entre as articulações;
  • Melhora a consciência corporal;
  • Melhora da respiração;
  • Promove relaxamento, bem-estar e eleva a autoestima;
  • Promove um equilíbrio das funções do corpo.

Pilates e disposição

Sabemos que a prática de qualquer atividade física promove a liberação de neurotransmissores que deixam a mente mais alerta e aberta a adquirir e reter novos aprendizados. 

Nesse sentido, praticar o pilates significa realizar movimentos que estimulam a concentração, a determinação e o foco. Como o praticante precisa prestar atenção a cada exercício, ele deixa de pensar em seus problemas e passa a controlar sua própria mente ajudando-o a enfrentar suas tarefas e suas obrigações de rotina depois de cada aula e de cada sessão.

Além disso, com a prática do pilates o aluno se sente menos fragilizado em relação aos seus medos e, com isso, seus níveis de estresse diminuem gradativamente, conferindo mais disposição no dia a dia.

Tipos de pilates

Existem dois tipos de pilates: o de solo e com aparelhos. O pilates no solo é considerado a modalidade mais difícil, pois é feito apenas com o peso do corpo do aluno, o que exige mais habilidade e controle. A vantagem é que a modalidade pode ser realizada em qualquer lugar e ser intercalada com o uso de aparelhos.

O pilates com aparelhos envolve os aparelhos desenvolvidos por Joseph Pilates. Eles se baseiam em molas e podem tanto facilitar movimentos de pessoas com limitações físicas, como dificultar movimentos, levando o aluno a níveis mais avançados.

A escolha do melhor método vai depender de cada aluno e da avaliação do profissional. Por isso, é importante buscar a ajuda de um fisioterapeuta capacitado a realizar as atividades e que apresente um plano de atividades individualizado, de acordo com as queixas e necessidades de cada aluno.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre a Osteopatia SP.